Logo abaixo a Galeria dos Meus Leitores Especiais

Autor

Autor
Pseudônimos

Num barco, no mar revolto de palavras

Um texto só sobrevive, se arrebanhar um leitor!!!!
Um leitor só existe, se alguém escrever!!!


sábado, 13 de junho de 2009

Devaneio musical!!

Gosta de devaneios? Então eu peço que me ajude neste sofrimento! Tenha paciência comigo!!

Ah! Se o mundo inteiro me pudesse ouvir o que tenho para contar e dizer o que aprendi, dizer que na vida a gente tem aprender que um nasce para sofrer, enquanto o outro ri! Leitor, você está aí? Preciso de você! Se você demora mais um pouco, eu fico louco esperando por você! Entenda que às vezes no silêncio da noite eu fico imaginando nós dois, ali sozinho acordado... imaginando o antes, o agora e o depois da leitura! Eu fico inseguro sem você. Por que você me deixa tão solto? Por que você não cola em mim? Estou me sentindo muito sozinho, venha ler os meus escritos. A sua ausência me traz pensamentos distantes. Traz a lembrança dela. Leitor, se quiser pode abrir uma cerveja e me acompanhar, eu já estou tomando!!

Já faz um ano que nos separamos e até hoje eu não sei por que brigamos, só sei que este amor me traz tanta saudade. Lembro quando eu conheci Paulinha numa noite de verão e o bumbo do meu reggae fez tum tum no coração e então eu disse apaixonadamente a ela:

- Querida receba as flores lhe dou e em cada flor um beijo meu, são flores lindas que lhe dou, rosas vermelhas com amor. Você é a namorada que sonhei!

Eu lhe dei essas flores, porque toda mulher gosta de rosa, de rosas... e de rosas, muitas vezes elas são vermelhas, mas sempre são rosas!!! Sabe leitor, naquela época eu disse pra ela, ao som da música cantada por Roberto Carlos. Sinta só o conteúdo da melodia daquele dia: “Um grande amor começa agora, tudo é um sonho lindo pra mim, você entrou na minha história e o amor não escolhe a hora, pega a gente e deixa assim" olhei-a nos olhos e mandei bala:

- Sabe amor? Minha sorte grande foi você cair do céu, a minha paixão verdadeira é viver a emoção e ganhar seu coração para ser feliz a vida inteira... eu sei que além do horizonte deve ter algum lugar bonito para se viver em paz, onde eu possa encontrar a natureza, alegria e a felicidade com certeza, mas se você não vem comigo nada disso tem valor... De que vale um paraíso sem amor???


Lembro-me bem do nosso primeiro dia no hotel quando saíram da minha boca estas palavras:
- Gosto de ficar te olhando, eu passo o tempo imaginando o teu modo de amar, eu te quero e te desejo, não dá para disfarçar, eu preciso dar um jeito nesta paixão guardada dentro do meu peito. Tenho amor demais para dar!!

E ela me disse:
- O que tem que ser... sempre será, vai acontecer sem esperar, para gente viver tem que sonhar e quem quer receber tem que se dar!

Então percebi que essa fala era um sim e continuei:

- Do jeito que você me olha vai dar namoro... é... vai dar praia e namoro. Olha, se você quiser, eu vou te dar um amor desses de cinema... não vai faltar carinho plano ou assunto ao longo do dia... - Ela me olhou nos olhos e continuei - Se você quiser, eu largo tudo e vou para o mundo com você meu bem - Ela sorriu para mim com o rosto vermelho e eu continuei - Nessa nossa estrada só terá belas praias e cachoeiras!!!

A emoção nos trouxe para mais perto e ficamos abraçados não sei quanto tempo, ela com os olhos marejados e emocionada me disse:
- Vou te contar, os olhos já não podem ver as coisas que só o coração pode entender, fundamental é mesmo o amor!!! É impossível ser feliz sozinho!!!

Eu já perdidos nos pensamentos e nas palavras e já também carcomido pela emoção completei:

- Que coisa linda! Que coisa louca! Pois há menos peixinhos a nadar no mar do que os beijinhos que darei em sua boca! Dentro dos meus braços, os abraços hão de ser milhões de abraços, cada um apertado assim,... colado assim,... abraços e beijinhos e carinhos sem ter fim, só para acabar com esse negócio de você viver sem mim!!!

Depois disso, iniciei uma ilusão de ótica! Imaginei-me dentro de um velho calção de banho, o dia todo pra vadiar, um mar que não tem tamanho! Um arco íris no ar. Depois na Praça Caymmi sentir preguiça no corpo e numa esteira de vime beber uma água de coco. Eu e mais ela juntos! Num cantinho, um violão, esse amor e uma canção para fazer feliz a quem se ama, muita calma para pensar e ter tempo para sonhar e da janela ver o Corcovado, Cristo Redentor que lindo!!! Chi!! Já misturei o Rio de Janeiro com a Praia de Itapuã, agora já foi! Quer um trago leitor? A bebida ajuda a suportar os infortúnios da vida! Esqueci cara, você já está tomando a sua!!!

Olha leitor, sou um cara experiente, eu já tive mulheres de todas as cores e de várias idades e muitos amores e com umas até certo tempo fiquei. Com outras um pouco me dei! Olha que eu já tive mulheres do tipo atrevida, do tipo acanhada, do tipo vivida, casada carente, solteira infeliz, já tive donzela e até meretriz. Mas nenhuma dela me fez tão feliz! Já fui até poeta! Rabisquei até alguns versos:

"Quando Deus te desenhou
ele estava namorando na beira do mar do amor,
papai do céu na hora de fazer você
ele dever ter caprichado pra valer,
botou muita pureza no teu coração
e sua humildade pra chamar minha atenção"

É leitor, a gente sabe que é amor quando um simples beijo queima o coração! Um sorriso, um olhar, um toque, um aperto de mão, a gente sente que é pra valer, o corpo treme todo e a voz não quer sair, não dá para disfarçar, os olhos não consegue mentir. Fica literalmente louco de paixão, a gente olha para a pessoa e não importa a idade, a felicidade chega um dia que vem! A gente não quer saber da sua vida, da sua história, nem do seu passado, na hora vem à fala e salta pela boca num desprendimento só:
- Mulher de quarenta eu quero ser o seu namorado!!!

Em seguida você olha para o céu e dá ordem até pra natureza e completa:
- Hoje o céu está tão lindo!! Sai chuva!!!! E quando o inverno chegar eu quero estar junto a ti,
Ela sorri e você continua:
- Você é assim... Um sonho pra mim, eu gosto de você e gosto de ficar com você , meu riso é tão feliz contigo, meu mehor amigo é o meu amor. A gente canta , a gente dança e não se cansa de ser criança!!

E os devaneios seguem:
- Assim como adolescente o cupido me pegou, apaixonei pelos seus beijos e sem você eu nada sou!!!
Foi o que eu disse a ela!

MAS
......

Todo sonho tem fim e até às vezes vira pesadelo. O tempo vai mostrando o que é esse desgraçado cotidiano, que vai triturando a gente e faz as coisas lindas ficarem feias, mercê desse implacável tempo. Um outro dia, já com os contatos bem descompassados, liguei para ela e disse:
- Meu amor onde está você? Te liguei só pra te dizer que aquela noite foi boa demais!!

Ela me respondeu friamente:
-Tire o seu sorriso do caminho que eu quero passar!! Hoje pra você eu sou espinho, eu só errei quando juntei minha alma a sua! O sol não pode viver perto da lua!

Naquele momento senti uma preguiça de levantar, encarar a cidade e ter que rir para não chorar, ah! meu amor que saudade... da tristeza só de pensar por que tanta maldade? E a gente tem que seguir esse caminho tortuoso da vida. Em dias de chuva eu saio pensando “Quando a chuva me molhar, pelas ruas vou andar, eu estarei pensando nela, penso em tudo que passou e na tristeza que ficou" de repente vem uma raiva e a indignação e digo” Não quero mais saber de ti! Vou me recuperar, quero sorrir e esquecer aquele amor! Pra que vou recordar o que chorei? Vou evitar o sofrimento” Olha eleitor, não se deve nesta vida se envolver com a ilusão! Mas quem consegue ficar sem ela? Diga pra mim leitor! Diga... Sem ilusão não há vida racional no planeta!... Um dia eu liguei e disse para a secretária eletrônica e depois desliguei morto de amor e de raiva:
- Se você pensa que vai fazer de mim , o que faz com todo mundo que te ama, acho bom saber que pra ficar comigo vai ter que mudar!!!

Cheguei naquela mesma tarde em casa liguei a minha secretária e ouvi dela:
- Eu sou assim! Quem quiser gostar de mim eu sou assim. Meu mundo hoje, não existe amanhã pra mim!!! Eu prefiro uma cerveja a ti, amigos numa mesa a ti e brindando juntos o fracasso desse amor!!!

Sabe leitor, não é fácil esquecer um grande amor, porque cada vez que eu fujo e me aproximo mais e se perder de vista assim é ruim demais, não é que eu queira reviver nenhum passado ou revirar um sentimento revirado, mas toda vez que eu procuro uma saída, eu acabo entrando em forma de texto mais vez em sua vida! Sabe leitor quando você me ouvir cantar as palavras, venha! Não creia que eu corro perigo, eu sigo apenas, porque eu gosto de cantar. Tudo vai mal! Tudo é igual quanto canto ou sou mudo, mas eu não minto! Estou longe e perto e sinto alegrias, tristezas e brigo. Tudo em volta está deserto tudo certo!! Ah!... Tudo certo como dois e dois são cinco!!! Continuando (parei para um gole, viu leitor!!)... eu disse para a secretária :

- Não quero sugar todo o seu leite e nem quero você um enfeite do meu ser!... apenas te peço que respeite o meu louco querer. Não importa com quem você se deite, que você se deleite seja com quem for, apenas te peço que respeite o meu estranho amor!!

Depois disto isso escrevi até uma carta para ela no dia do seu aniversário, que dizia assim;

“ Querida,

Feliz aniversário meu amor, espero que você esteja muito feliz! Que pena amor, não posso fazer o que eu sempre fiz. Queria estar contigo meu amor, passar aí de noite, te levar para jantar, te dar uma flor e um beijo gostoso para celebrar, mas acho que você não pensa mais em mim, eu sei que nossa festa já chegou ao fim. Já não sou mais eu que você tem no coração. ”

E assinei - Seu eterno Tontão

Sabe leitor, Vai mais uma aí? Aguenta a mão aí !! Não vá embora não! Que é só encher o meu copo! Sabe que as minhas coisas de repente ficaram tristes, compreenderam que não existe nada mais entre nós, meu violão caiu de cima do armário e as cordas arrebentaram dizendo adeus a minha voz, o meu casaco com ela se acostumou que sentiu tanta a sua falta e de tristeza desbotou. E disse a ela na época “Se eu soubesse que eu iria lhe perder, não teria acostumado minhas coisas com você!!!”. Está entendendo leitor? Fui duro com ela! Também há dias que eu não sei o que se passa, eu abro o meu Neruda e apago o sol, misturo poesia com cachaça e acabo discutindo futebol e em função disso cheguei a conclusão de verdade, agora eu vou mudar minha conduta, eu vou para luta, pois eu quero me aprumar, falei pra ela cara a cara “vou tratar você com força bruta para poder me reabilitar.” Mas não tem jeito não.


Não faz muito, eu a encontrei na rua cabelos ao vento, gente jovem bonita, ela passou deixando um sorriso no chão e deu um banho de beleza em meus olhos e aí começou o verão e lá veio mil cores pintando um painel e na minha cabeça já veio a tortura do delírio" qualquer dia qualquer hora a gente se encontra pra falar de amor seja aonde for!" E a tortura ali me fornicando “me lembro do seu caminhar, do seu jeito de olhar eu me lembro bem, já fiquei querendo sentir o seu cheiro é daquele jeito que ela tem, o tempo todo fico meio tonto sempre procurando, mas ela não vem”.

Um outro dia eu estava na praia!... Manhã de sol no Rio de Janeiro.... Daí que veio o agradecimento a Deus por eu ser brasileiro, é clima tropical e o mundo sabe disso, quem tem verão de Norte a Sul é tudo mais bonito. Cores do mar, festa do sol e me convida a fazer todo sonho brilhar e ser feliz! Entretanto quem eu vejo leitor? Quem... Olha lá leitor, tá vendo que coisa mais linda, mais cheia de graça, é ela! A menina que vem e que passa... Num doce balanço a caminho do mar!


Aí leitor, vem mais delírio “nesse corpo meigo e tão pequeno há uma espécie de veneno bem gostoso de provar e nada existe nela que eu não ame. É... sabe leitor, você está consciente que basta uma brisa da praia pra gente ficar com vontade de amar? Basta uma noite de lua pra gente ficar na maré da paixão?

Sabe leitor, eu já estou próximo ou estou no delírio. Vai mais um trago aí? Você sabia que de noite eu rondo a cidade a procurar ela sem encontrar, no meio de olhares espio em todos os lugares... Não está! Não está... Volto pra casa abatido. Sabe leitor, um Gira Mundo como eu que vive a vida a procurar alguém, um alguém que siga o meu caminho e veja a vida como eu e se caminhando eu encontrar alguém que pensa como eu, será o fim desta estrada... e finalmente irei parar!! Você vai ver!!! Ô! Se vai ver!!! Contando os dias, eu esperarei... e de passo em passo eu procurarei e acharei, eu acharei , eu acharei mesmo ! Sabe por quê? Chega bem pertinho de mim,... Eu sonhei!! Sacou?

Eu sonhei que a cigana leu o meu destino e sonhei sim! Havia bola de cristal, jogos de búzios, cartomantes! Mas olha ele aí, olha ele, é... vem de novo o destino dizendo:
- Dessa vez te peguei de jeito na armadilha que armei pra você! Vai se acabar com muito amor, de você se lambuzar, vai delirar!!! E você vai cantar – “ai ai ai ai como é doce a brincadeira, ter que amar a vida inteira!”

De vez em quando vem uma voz no meu ouvido, atravessa o travesseiro me revira pelo avesso e a cabeça enlouquece e começa a rodar, me vem um desejo louco de gritar - a voz dentro, já nos meus tímpanos, a sussurrar “eu só estou te dando linha para depois te abandonar!!!” E é por esta razão que me tornei um ébrio e na bebida busco a esquecer aquela ingrata que me abandonou, não tenho lar e nem parente, todo terminou, só nas tabernas que eu encontro o meu abrigo.

Sabe leitor, a vida não é programada como a gente quer fazer e pensa não! A vida é caótica mesmo, ela é ali na alegria e mais na tristeza, só tomando pra aguenta!! Nos momentos de angústias eu agradeço muito aos meus amigos, os únicos amigos são os cantores que não me abandonaram ainda, o Tim Maia, Roberto Carlos, Caetano Veloso, Quer tomar mais uma comigo leitor? Não precisa achar ruim não, é apenas educação!!...

Também agradecer o Nilton César, Mauricio Pereira, Ana Carolina, Roberto Livi, Ivete Sangalo, Martinho da Vila, Vicente Celestino, Armandinho, Simone e até alguns que esqueci, desculpe , mas já estou trêbado!!...

Ah, especialmente a você leitor!!! Epa pera lá! O leitor é capaz de identificar eles no texto, então por... favor... leitor, agradece a eles por mim que eu já tô... , ....tomando a saideira e obrigado leitor, por me ouvir ou ler!!

Nesta altura da garrafa tanto faz ler ou ouvir!!! A história continua a mesma!! Se alguém perguntar por mim?... Diz de eu fui por aí com o meu violão debaixo do braço! Diz aí que em qualquer esquina eu paro e... em qualquer botequim eu entro... e olha leitor... Sabe leitor!... Se tiver um motivo é mais um samba....

( Santiago Derin)

37 comentários:

  1. Oi amigo!
    Tem selinho para vc. em meu blog curiosa. Mouse de Ouro.
    Passe lá.
    Sandra

    ResponderExcluir
  2. Admar
    Gostei de passar por aqui..
    Quem gosta deescrever também gosta de ler.
    ler coisa bonitas é encantamento.

    para si um beijo

    ResponderExcluir
  3. Amizades verdadeiras são como árvores de raízes profundas
    nehuma tempestade consegue arrancar.
    Obrigado pela visita

    Feliz dia amanhã
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. De noite eu rondo a cidade a te procurar sem encontrar...
    Parei na contramão.
    Voltei aqui na internet a procurar coisas de bem e encontrei Ademar. Brilhante Ademar.
    Escorreguei devaneios adentro saboreando cada parágrafo e as músicas foram acompanhando a leitura, em minha mente.
    Parabéns pela deliciosa inconsequencia.

    ResponderExcluir
  5. o blog boca lloca agredece a visita e está disponivel para parcerias.e-mail:wanderalison@hotmail.com
    http://bocalloca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. o blog boca lloca agredece a visita e está disponivel para parcerias.caso o blog se interrese entra en contato e-mail:wanderalison@hotmail.com
    http://bocalloca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá Ademar
    Que bom qu você descobriu meu blog, asim pude vir conhecer um dos seus e desde já digo que adorei sua forma criativa e bem humorada de fazer prosa. Vou me inscrever como sua seguidora e vou dar uma olhada nos outros blogs.
    Beijos
    Marisa
    Meu site oficial- http://www.marisaqueiroz.prosaeverso.net/

    ResponderExcluir
  8. DEVANEIO MUSICAL,ADOREI!!!
    EU SEI KI ESTOU UM POUCO ATRASADA,MAS ESPERO KI AINDA DE TEMPO,RSRSRSRSR.
    BRIGADIN PELA VISITA,ES BEM VINDO AKI EM NOZES,RSRSR
    NOZES TA NASCENDO AGORA,MAS COMO SEGUIDORA DE BLOGS INTELIGENTES VOU APRENDER RAPIDINHO...
    BJS NO SEU CORAÇAO!!!

    ResponderExcluir
  9. passei pra te ler e me amarrei na leitura silábica que juntastes.

    felicidades mil e muita paz.

    abracos meu amigo


    Sérgio, beija-flor-poeta

    ResponderExcluir
  10. É bom estar sempre lendo...
    Principalmente uma literatura que nos faz sentir sentimentos bons...
    O amor esta no ar e em sua alma...
    Uma linda tarde!!!
    Chrys
    ;)
    Grata pela visita

    ResponderExcluir
  11. Agradeço sua visita na minha Teia - http://teiadeilusao.blogspot.com/ ...gostei muito dos seus escritos,voltarei para conhecer um pouco mais. Abços

    ResponderExcluir
  12. Obrigado pela visita e comentário...Foste o primeiro e o primeiro tem o seu valor...heheh

    ResponderExcluir
  13. Obrigada pela visita e pela partilha! Gostei muito do que li e a minha solidão ficou mais leve.
    Abraços. Judite

    ResponderExcluir
  14. e ai gostou do meu blog?achei o seu super intenso! muito bom! abraços!

    ResponderExcluir
  15. Olá ademar, sua gentil visita me deixa feliz. Gostei do seu blog, post bem criativo.

    Bj carinhoso de Fera pra vc!

    ResponderExcluir
  16. Olá! Obrigada pela visita, pois trouxe-me ao seu continho que é muito do meu agrado.
    A noite aqui já vai muito adiantada, dei uma olhadinha só, voltarei logo que possa para ver melhor e deleitar-me com a sua escrita.
    Felicidades

    ResponderExcluir
  17. Li sua alma linda e sensível, parabéns ADemar!!!
    Virei aqui visitá-lo sempre que puder...

    Bjos, Alice vaz de Barros

    ResponderExcluir
  18. uau! Muito legal o texto. Tem ritmo, é criativo e prende!!! Obrigada por ter passado no meu blog e ter me oportunizado conhecer o teu. Escreva sempre, escritor, pois os leitores são muitos mas só você escreve o que você escreve - não tire isto deles!

    Certamente escrevemos para sermos lidos, senão, que solidão sentimos! Mas também, podemos não ser lidos agora. Não é motivo de desespero. É como uma música que está gravada e foi esquecida em algum toca fitas antigo. Um dia ela pode brotar e ser ouvida. Essa mediação torna uma relação longa e complicada essa nossa de quem escreve e de quem lê, não é?

    Anyway, me fez pensar. :D
    abs
    lou

    ResponderExcluir
  19. Retribuindo a visita feita ao meu blog, venho dizer que achei teu blog muito interessante.

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  20. Olá meu amigo sonhador!!!
    Passei para conhecer seu blog e amei.
    Quanta paixão, amor e saudades numa linda história dessa.
    Corra atrás não deixes escapar quem tento amas.
    Uma semana de muita paz, amor e luz.
    Beijinhos doces.
    Regina Coeli.

    Aguardo sua visita ao meu cantinho.

    ResponderExcluir
  21. Vim retribuir a sua visita ao nosso blog. Visitei todos seus blogs. Sucessos

    ResponderExcluir
  22. Olá,Prof.
    Obgo. pela sua visita.
    Vá passando e comentando...há mais quadros para avaliar...

    Bem-haja

    Régis

    ResponderExcluir
  23. Passei para agradecer a visita ao meu blog e fiquei "amarrada" ao seu. Você tem uma arte muito especial de prender o leitor. Quase OBRIGA a que se leia o que você escreve, portanto, não acredito que não tenha leitores: tem, com certeza.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  24. Ma-ra-vi-lho-so!

    Sabe o que mais quero agora,meu mais novo amigo?Esquecer a montanha de coisas pra fazer e ficar aqui,encantada,lendo!

    Parabéns!!

    Obrigada pela visita,

    abraço.

    ResponderExcluir
  25. Obrigada por ter passado pelo meu blog.

    A curiosidade trouxe-me ate aqui, gostei muito, os textos sao contagiantes.

    Helga

    ResponderExcluir
  26. Oi Ademar,

    Que delírio musical e que memória!
    Um clip,até as imagens vieram pelas palavras.
    Obrigada pela visita ao blog www.olivrosagradodasacedotisa.blogspot.com
    E,te convido a visitar e ler a Querida Querubim no blog www.cristinasiqueira.blogspot.com

    Com carinho,

    Cris

    ResponderExcluir
  27. Olá.
    Gostei muito da história...ele há cada un(s)...

    Convido-o a passar lá pelo "retirito" e comente.
    As histórias são outras mas pode ser que também goste tanto como gostei da sua.

    Mer

    ResponderExcluir
  28. Obrigada pela visita ao meu blog. Espero que tenha gostado.
    Gostei dos seus textos.
    Um abraço.
    Edineide Araújo

    ResponderExcluir
  29. Belas estas palavras me vi, me envolvi, me amei, e amei nelas estou fascinada. perfeitas sublimes assim como o amor.

    ResponderExcluir
  30. Adorei a intertextualidade com as músicas. Elas realmente descrevem e marcam bem os momentos de amor e rancor. Boa idéia!

    ResponderExcluir
  31. Obrigada pela visita.
    Acontece que vc me deixou sem graça, pois, preciso mesmo é aprender muito com vc.Sou uma eterna aprendiz,e como não domino a arte de escrever fiz um blog para onde transcrevo textos dos autores que mais gosto ou que me tocam em determinados momentos da vida.
    Tenho certeza que vou me deliciar com os seus....
    As vezes, rabisco alguma coisa quando não consigo guardá-la apenas no coração.Segundo Clarice Lispector "não procure entender,viver ultrapassa todo entendimento".
    Beijos no coração e continue escrevendo, tá?

    ResponderExcluir
  32. Ademar, adorei este teu texto, cheio de intertextualidade... e eu leitora, estou aqui :).


    Obrigada pela passagem no meu "palco".

    Um beijo meu e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  33. Oi Ademar,
    Passei para retribuir a visita ao Cultmidia.
    Parabéns pelo 'Cara Nova'. Me tornei seguidora. Vou voltar sempre.
    bjs.
    Regina
    (cultmidia.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  34. Ademar
    Muito bom os teus textos. Parabéns!
    Participe também do meu, envie textos etc.
    prof.arnaldo_filho@hotmail.com
    http://monumentosdaliteratura.blogspot.com
    Abraços

    ResponderExcluir
  35. Passando p/ retribuir a visita!

    Adorei, adorei e adorei... Só um detalhe, nem todo mulher gosta de rosas!!

    ResponderExcluir
  36. Lembro de escustar em mais nova...essa cantiga do Nelson :)
    Palavras cheias de sentires...
    lá diz o Vinicios...que o amor seja eterno enquanto dure.

    ResponderExcluir

Leitor, preciso de você!!
O meu texto só existirá se você ler!!
Deixe suas impressões! Abraços!!