Logo abaixo a Galeria dos Meus Leitores Especiais

Autor

Autor
Pseudônimos

Num barco, no mar revolto de palavras

Um texto só sobrevive, se arrebanhar um leitor!!!!
Um leitor só existe, se alguém escrever!!!


domingo, 27 de novembro de 2016

Peça teatral - Programa de Rádio

Peça teatral – Programa de Rádio
Autor: Santiago Derin

( A personagem está com um fone de ouvido no palco sentado à mesa da rádio)

Diego Dias – simular um Stúdio

Ola, amigos ouvinte da Rádio Pedra Preta de Sorocaba!  Aqui que fala é Diego Dias o seu locutor, aquele  que alegra as suas tardes de sábado com a melhor programação de música e este é “Ao pé do ouvido”  o seu melhor programa vespertino da rádio brasileira.

Esteja onde você estiver: na sua casa, no seu carro, no seu trabalho ou no seu lazer. Nós estaremos com você por duas horas levando-lhe, o melhor som ao pé do seu ouvido e as mais importantes notícias: local, nacional e internacional!
Sempre  sob o patrocínio da Padaria Pão de Bengala o melhor pão da região!

“ Se você quer pão, leve o pão do coração da Padaria Pão de Bengala! Além da qualidade, ele é feito com perfume e com o coração da famosa nutricionista: Maria Flor!”

E agora vamos falar diretamente com o nosso repórter Bruno Cabral que está neste momento na quadra do Colégio Salesiano São José, no Mangal, na cerimônia de autógrafos do Livro Jovem 2016!  
Bruno Fala aí me Rei Pórter!!!!

Bruno Cabral (repórter está na quadra do Colégio em frente ao público com transmissão ao vivo da cerimônia)
Fala meu amigo Diego Dias!

Diego Dias - Diz aí Rei Pórter, como está a festa por aí! Já começou?

Bruno Cabral - Já e está bombando! As arquibancadas estão lotadas de leitores, pais, avós, parentes e sem contar os convidados. Para você ter uma ideia, vou pedir para a galera da arquibancada mandar um alô para você no Studio !
- Quem está gostando faz barulho aí!!!
Bruno Cabral - Ouviu meu Louco Tor Diego Dias????

Diego Dias - Ouvi ,meu Caro Rei Porter Bruno Cabral! Esse grito é conhecido, são dos clientes da Padaria Pão de Bengala!! Gostou da frase?

Bruno Cabral - Gostei!! Meu Caro Louco Tor. Além de serem clientes da Padaria Pão de Bengala, são leitores do Livro Jovem do Salê!

Diego Dias - Bruno! Bruno, Alô Bruno!

Bruno Cabral - O sinal está ruim, não estou te ouvindo... Mas vou seguindo daqui, sempre com o patrocínio da Padaria Pão de Bengala!

Diego Dias - Bruno está me ouvindo?

Bruno Cabral -  Melhorou meu Louco Tor! Fala aí!

Diego Dias - Você tem alguma entrevista pronta?

(Repóprter chama Maria Carol da plateia para uma entrevista ao vivo)

Bruno Cabral - Tenho! Tenho aqui ao meu lado uma Garota muito bonita que é ouvinte da Radio Pedra e adora o nosso programa! Como é o seu nome?

Maria Carol - Maria Carolina....!

Bruno Cabral - Qual é a razão fundamental da sua presença hoje aqui?

Maria Carol - Vim prestigiar a minha amiga Giovanna, que é autora de um dos textos do Livro Jovem!

Bruno Cabral - Manda um abraço para sua amiga!

Maria Carol - Giovanna Beijos!!!!

Bruno Cabral - Pede uma música para tocar em nosso programa!

Maria Carol - Eu queria ouvir à música “ Fico assim sem você” !

Bruno Cabral - Você acabou de dizer que queria ouvir a música, então não quer mais?

Maria Carol - Claro que quero ouvir a musica sim, mas eu posso fazer um pedido bem especial para o melhor programa da tarde brasileira?

Bruno Cabral - Diego dias diz aí meu Louco Tor!

Diego Dias - Meu caro Rei Pórter o nosso ouvinte não pede, ele manda!

Bruno Cabral - Então Maria Carolina pode pedir!

Maria Carol - Antes de tocar a música, eu posso declamar a letra da música para dar mais emoção?

Bruno Cabral - Meu amigo Louco Tor, ela quer declamar a música! E eu vou pedir a ela que, no microfone, da Rádio Pedra Preta para todos os ouvintes  do Programa “Ao pé do ouvido!! “
Galera da arquibancada o nosso silêncio de respeito aos sentimentos de emoção da nossa Declamante Maria Carolina!

Maria Carol  (Declama a música)

Bruno Cabral - Meu grande Louco Tor, é só a Nossa Rádio que consegue levar emoção e diversão intelectual de alto nível! Com você meu caro Diego Dias!

Diego Dias - Valeu Bruno Cabral O Rei Porter! Agora com vocês ouvinte  a música “ Eu fico assim sem você!

A música será interpretada ao vivo por uma cantora.

Fim

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Sem apego

Sem apego

- Tá na moda o Desapego!
- O que é isso?
- É quando uma coisa já não serve mais, a gente doa ou vende barato pra desocupar!
- Qualquer coisa?
- Desde que se aproveite!
- Então vou entrar nessa moda!
- Mas você tem algo pra desapegar?
- Você!
- ???
(Santiago Derin)

A revelação

A revelação

- Estou muito contente hoje!
- Ora meu bem, por quê?
- Vou contar um segredo!
- Sou todo ouvido para você!
- Vou deixar o meu marido!
- Você já me disse isso há dois anos. Não é mais segredo!
- É... Só que agora resolvi completar a frase!
- Que frase?
- Eu vou deixar o meu marido!
- Tá e daí? Como vai ficar?
- "Eu vou deixar o meu marido matar você por ser meu amante!"
- ???
(Santiago Derin)

O medo do medo

O medo do medo

Era para ser apenas mais um sábado, porém ele tinha algo diferente e descomunal. Tinha duas meias-noites. Isso já me preocupava muito os meus medos.
Eis que a minha cachorra levantou as orelhas e eu me derreti de medo. Escorreguei-me por debaixo da porta e saí. Fora, eu tinha mais espaço para me proteger.
Foi então que na primeira meia-noite eu vi. Era um ser muito esquisito, tinha mãos grandes, uma cara torta!
Fechei os olhos e só abri muito depois da segunda meia-noite. O medo me protegeu!
(Santiago Derin)

De meia em meia

De meia em meia

- Por que essa cara?
- Noite mal dormida.
- Perdeu o sono?
- Não!
- O que foi então?
- Achei o que não queria achar!
- O que você achou?
- Só Zika!
- Zika doença?
- Não. Zika azar!
- Pô! Conta logo!
- Eu fechei os olhos e ela apareceu!
- Ela quem?
- A loira do banheiro!
- Cara do céu... E daí?
- Entrei em crise!
- Que jeito era ela?
- Ela tinha só a metade do corpo!
- É Cara!
- Ela tava só com a parte de baixo do corpo na primeira meia-noite!
- E daí, o que você fez?
- Fechei bem duro os olhos e cobri a cabeça!
- E depois, Cara?
- Abri os olhos, ela estava lá ainda...
- Com metade do corpo?
- De corpo inteiro!
- Nossa que estranho...
- Estranho nada! Já era a segunda meia-noite!
- Que tem a ver isso?
- Ela tava desesperada!
- Oras bolas, por quê?
- Em Lendas não tem horário de Verão! Quando muda o horário, as personagens sofrem para se atualizarem
- ???
(Santiago Derin)